Educação e Carreiras para os Artistas em Design de Interiores

A carreira de um “designer” de interiores exige não só um sentido apurado para o “design”, mas também capacidades técnicas complexas, além da capacidade de se ser um bom comunicador. O primeiro passo para se iniciar neste meio será tirar um curso em “design” de interiores.

Pode parecer algo intimidante, mas a verdade é que um curso em “design” de interiores irá prepará-lo para aquele que poderá ser o seu trabalho de sonho. Se sempre gostou de organizar e reorganizar as coisas lá em casa, de trabalhar com diferentes materiais e se, para mais, tem uma veia artística, então esta pode ser a profissão ideal para si.

Para alguns candidatos, descobrir esta formação e profissão revela-se um verdadeiro prémio de sorte, como se tivesse instalado uma slots app e fosse premiado com um “superjackpot”! Um mercado de trabalho superlotado, a par da multiplicação de trabalhos desinteressantes ou maçadores, leva a que os mais vocacionados “desabrochem” quando descobrem a possibilidade de trabalhar nesta área.

Os cursos em “design” de interiores começam com os princípios fundamentais e mais básicos: o conhecimento dos materiais, com a sua identificação e modos de uso, as formas de organizar os espaços e os processos e elementos do “design”. Mais tarde, o estudante irá conhecer as propriedades dos materiais e aprofundar conhecimentos sobre composição, iluminação, construção de modelos, desenho manual e desenho assistido por computador.download

Finalmente, será essencial que o curso proporcione ao aluno experiências com a conjugação das vertentes teórica e prática do curso, com a elaboração de projetos e, nalguns casos, uma especialização. As matérias mais “pesadas” também têm de ser enfrentadas, e o estudante terá de conhecer as leis e regulamentações, normas de segurança e regras que regem a profissão de “designer” de interiores.

Embora a carreira possa começar com um trabalho abrangente e generalizado, a tendência mais prevalente é a da acima mencionada especialização. Esta pode ser obtida durante alguns cursos, mas recomendamos que, após alguma experiência no mercado de trabalho e a aquisição de novas competências, o agora já “designer” de interiores invista em cursos de especialização específicos e até mesmo num mestrado. Estará assim muito mais bem preparado para se integrar num nicho de mercado e para construir uma carreira de sucesso.