As Fases Envolvidas no Processo de Design de Interiores

A criação de um espaço interior deverá contar com a criatividade do “designer” de interiores, mas ter sempre em conta os desejos e necessidade do cliente. Abordamos aqui algumas das fases de um projeto, desde o momento em que o cliente aborda o profissional com as suas ideias até à fase de construção.

  • Planeamento – O “designer” de interiores começa por planear todas as ações. Desde visitas ao local do projeto, elaboração de apontamentos com aspetos específicos a apresentar ao cliente e contactos com fornecedores, é aqui que se colocam os alicerces e a base de tudo o que irá passar-se depois.man-sitting-at-a-computer
  • Desenvolvimento do conceito – Depois de compilar todas as informações recolhidas, e com as ideias do cliente em mente, o “designer” de interiores irá nesta fase planear a disposição de elementos, escolher as cores a aplicar, definir a utilização de fontes de iluminação naturais e/ou artificiais e selecionar os materiais a utilizar.
  • Desenvolvimento do “design” – Nesta fase, o “designer” de interiores, normalmente com rec
    urso a “software” específico, irá reunir todos os dados num projeto concreto, preparando o “design” final a apresentar ao cliente.
  • Apresentação do conceito – O “design” está pronto a ser mostrado ao cliente, para a sua apreciação e para a sugestão de eventuais alterações.
  • Manual e documentação legal – Este trabalho poderá ser feito de forma independente pelo “designer” de interiores ou, se houver um arquiteto de obra, por este, ou ainda em conjunto. É necessário elaborar um manual para obras de grande dimensão, onde constarão plantas, listas de materiais e procedimentos. Toda a documentação legal deverá também ser obtida junto das autoridades competentes.
  • Supervisão da construção – O “designer” de interiores tem a responsabilidade de visitar frequentemente o local de obra, principalmente se esta for extensa, para se certificar de que tudo está a decorrer de acordo com o planeado, com a utilização dos materiais adequados e a correta disposição dos elementos.